Resultados

O plano de trabalho de INTERMOVE está organizado em 6 etapas, sendo cada uma essencial à prossecução dos objetivos do projeto:

  • O1.  Transferência de conhecimento e identificação de Boas Práticas: Cada um dos parceiros analisará boas práticas levadas a cabo por outras entidades ou iniciativas que estejam relacionadas com os projetos de mobilidade, centrando-se na preparação linguística e intercultural que é proposta. O objetivo é extrair o melhor de cada uma delas, para posteriormente desenhar um percurso formativo o mais abrangente possível. Consulte aqui o Relatório do IO1
  • O2.  Desenvolvimento do Modelo INTERMOVE: Todos os parceiros contribuem ativamente no desenvolvimento dos conteúdos de INTERMOVE, desenhando a estrutura do curso, transferindo e adaptando as Boas Práticas previamente selecionadas. Nesta fase, será criado o Guia do Formador, onde se apresentarão orientações e ideias sobre como usar os recursos formativos de INTERMOVE. Este resultado estará, por sua vez, dividido em duas atividades:
    • O2/A1. Desenvolvimento do Programa do Curso: Todos os parceiros contribuem para a elaboração da estrutura do curso de acordo com o tipo de processo de aprendizagem, os objetivos, os recursos necessários, os requisitos do formador e do formando, a duração, as ferramentas de avaliação e resultados de aprendizagem esperados
    • O2/A2 .Desenvolvimentos dos conteúdos didáticos: Todos os parceiros contribuem para o desenvolvimento, transferência e adaptação dos conteúdos. Mais informação sobre o Programa do Curso
  • O3.  Plataforma Online: Nesta fase será criada a plataforma online, integrando-se e adaptando-se os diferentes conteúdos e recursos formativos. Esta plataforma incluirá uma série de módulos online, assim como um repositório com recursos abertos que permitirá personalizar o percurso formativo de acordo com as necessidades específicas de cada destinatário.
  • O4.  Atividades de formação de formadores no âmbito do consórcio. A fim de garantir a implementação adequada do curso INTERMOVE em formações futuras, formadores pertencentes à parceria (2 ou 3 membros por parceiro) participarão de duas atividades consecutivas em Portugal:
    • O4/A1. Workshop em Intercompreensão: através do qual a metodologia será testada para ser usada com os participantes.
    • O4/A2. Oficina de aprendizagem colaborativa: garantindo a implementação de um procedimento sólido e comum no futuro.
  • O5.  Validação do Modelo INTERMOVE: Nesta fase, cada organização terá a oportunidade de trabalhar o modelo INTERMOVE com participantes em programas de mobilidade que estejam numa fase anterior ao início da experiência (no país) ou que já estejam no país de destino.
    • O5/A1. Modelo da Formação dirigida aos participantes de projetos de mobilidade: Todos os parceiros prestarão a formação INTERMOVE, desenvolvendo, assim, uma abordagem bidirecional, ao fazer a testagem na perspetiva tanto do formador como do formando. A fim de testar os itinerários personalizados, os participantes serão divididos em grupos de acordo com suas necessidades específicas e receberão um certificado, após a conclusão das sessões em que sejam refletidas as competências trabalhadas;
    • O5/A2. Avaliação e validação do modelo, tomando por referência a formação piloto dirigida aos participantes de projetos de mobilidade.
  • O6.  Certificação INTERMOVE: Depois de testado e validado o modelo, o consórcio prosseguirá com a preparação da certificação INTERMOVE, ou seja, implementará a metodologia com o objetivo de que esta se transfira, e que qualquer organização interessada possa, portanto, fazer uso dela e implementá-la como parte de suas atividades de formação.
    • O6/A1. Desenho do modelo da formação: Cada parceiro selecionará as várias organizações que participam na atividade «Formação de Formadores». Os formadores pertencentes à parceria aplicarão os conhecimentos e capacidades adquiridas durante O4, especialmente em termos de conteúdo, metodologia e procedimentos para O6/A2.
    • O6/A2. Formação de formadores: Cada parceiro organizará uma sessão de 3 dias destinada a um mínimo de 10 potenciais formadores de diferentes entidades locais que trabalham na área da mobilidade internacional: gabinetes de Relações Internacionais, formadores, pessoal que trabalha na área da mobilidade, etc. Essas pessoas receberão a formação necessária, consolidando, assim, as suas capacidades para avaliar, futuramente, as necessidades de cada um dos participantes, projetando itinerários e interagindo com a plataforma INTERMOVE.